Logo

Tratamento da Gastrite

tratamento da gastriteAntes de falarmos sobre o Tratamento da Gastrite é importante situarmos a respeito dessa doença para podermos entender do que se trata. Acontece às vezes desse termo ser usado em casos em que não deveria, por causa de uma queixa abdominal alta passageira quando não há evidências comprobatórias. O contrário também acontece quando passa despercebida que o paciente é portador da gastrite crônica que pode ser assintomática (não há sintomas).

A palavra Gastrite (ite= inflamação) traz um sufixo que já nos diz do seu significado, e a gastrite significa justamente inflamação da parte gástrica, nesse caso específico falamos que é uma inflamação do epitélio estomacal (mucosa que reveste a parde interna do estômago). A gastrite ela pode ser aguda ou crônica e é o médico que saberá distinguir por meio de exames e aí empreender terapêutica. Vamos falar um pouco de cada uma para entendermos melhor:

Gastrite aguda

Chama-se de gastrite aguda quando há um aparecimento súbito e que normalmente pode ser relacionada a uma agente causador, tem uma evolução mais rápida e o seu tratamento também geralmente é mais simplificado. Pelo fato de ser chamada de gastrite aguda, subentende-se que além de aparecer de forma súbita pode também desaparecer da mesma forma, diferentemente da gastrite crônica.

Os agentes causadores que normalmente são descritos são:

  • Alimentos que estejam contaminados com algum tipo de micro-organismo que pode vir a causar inflamação a mucosa estomacal
  • O uso de algumas substâncias que pode agredir o epitélio estomacal como bebidas alcóolicas, medicamentos, estresse físico ou psíquico, ingestão de substâncias corrosivas (venenos), ácido acetilsalicílico (aspirina, ASS)
  • Há também casos de hemorragia digestiva superior aguda que pode vir a causa a gastrite aguda
  • Traumatismo mecânico (intubação nasogástrica)
  • Estresse intenso ( ex: queimaduras, traumatismos, cirurgia)
  • Fumar excessivamente

Gastrite crônica

A Gastrite crônica seria o contrário da aguda, pois não aparece de forma súbita e nem desaparece dessa forma. A característica principal que diferencia uma da outra é justamente seu aparecimento e desaparecimento, na gastrite crônica não há cura, os danos à mucosa estomacal é maior pelo tempo de exposição à doença.

Quando se fala em gastrite crônica deve-se falar da bactéria Helicobacter Pylori que é apontada por muitos como o principal causador da Gastrite Crônica. O estômago é o local ideal para essa bactéria viver por causa da sua boa adaptação a locais ácidos como é o caso do estômago. Ela leva a destruição da barreira protetora que reveste a parede do estômago e assim faz com que o ácido gástrico agrida a mucosa gástrica acontecendo assim a inflamação.

Como saber se tenho gastrite ( Sinais e Sintomas )

Quem poderá determinar se uma pessoa tem ou não gastrite é um médico especialista, mas há sinais que geralmente indicam que a pessoa está com esse problema, é claro que nem todo mundo que apresentá-los está com gastrite, esses sinas e sintomas servem apenas como indicador. Os sinais e sintomas comuns são:

  • Dor e queimação no abdômen
  • Indigestão
  • Falta de apetite
  • Enjoo
  • Vômitos
  • Dor “na boca do estômago”
  • Azia
  • Queimação
  • Presença de sangue nas fezes e no vômito
  • Perda do apetite

Essas sinais e sintomas da gastrite pode variar de pessoa para pessoa, o importante é procurar um especialista caso esteja sentindo algo no estômago, principalmente se estiverem persistindo. Muitas dessas características citadas acontecem sempre, mas na maioria das vezes estão relacionadas a outras coisas, por isso observar a frequência com que elas acontecem.

Tratamento da gastrite

A forma de tratamento convencional é aquele prescrita por médicos, há também os tratamentos da gastrite com remédios caseiros que também parece ajudar muito.

O tratamento da doença será a partir do que causou a gastrite, geralmente o melhor é prevenir e há algumas recomendações que podem ajudar a evitar o problema como:

  • Evite o consumo excessivo de bebidas alcoólicas
  • Evite fumar
  • Evite café e bebidas que contenham cafeína
  • Como quantidades menores nas refeições
  • Evite tomar analgésicos
  • Evite alimentos que fermentam no estômago como os feitos de trigo branco
  • Respeite os horários de alimentação
  • Coma frutas e verduras
  • Faça uma boa mastigação

Essas recomendações não são regras, por cada pessoa deve observar o que lhe faz mal e bem e evitar.

Remédios para o tratamento da gastrite

tratar a gastrite

Os remédios para o tratamento da gastrite devem ser somente utilizados com receita médica, a automedicação deve ser sempre evitada. Esses remédios que tratam a gastrite tem como função a supressão do ácido gástrico, eles diminuem a acidez no estômago e assim causam maior alívio para as pessoas que sofrem com a doença. Um dos medicamentos mais conhecidos para o tratamento da gastrite é o Omeprazol que apesar de sua popularidade não deve ser tomado de forma indiscriminada, procure sempre um especialista para lhe receitar e volte para saber dos resultados, há pessoas que tomam o remédio por data prolongado e nunca volta ao médico para saber seu estado de saúde.

A bactéria H. Pylori deve ser combatida também, há antibióticos específicos para erradicá-la. Geralmente ao final do uso desses medicamentos contra a bactérias, faz-se uma endoscopiadigestiva com biopsia para saber o resultado. Há pessoas que gostam de tomar remédios naturais, para essas pessoas também há remédios caseiros que prometem acabar com a bactéria H. Pylori.

Bruno Costa

Leave a Comment

Email (will not be published)


*